sexta-feira, fevereiro 20, 2004

ORA AÍ ESTÁ!

Vamos lá a animar a boa vida vai estar de volta!

O primeiro-ministro, Durão Barroso, anunciou oficialmente esta sexta-feira que Portugal cumpriu pelo segundo ano consecutivo as condições do Pacto de Estabilidade e Crescimento (PEC), ficando com um défice de 2,8% do PIB. O líder do Executivo considerou que esta foi uma vitória do rigor.


Segundo o primeiro-ministro, este resultado é uma «vitória da política económica e financeira do Governo» que inverteu o ciclo dos défices cada vez maiores. «Começou a fazer-se consolidação orçamental», considerou Durão Barroso.
O primeiro-ministro espera agora que a Comissão Europeia cancele os procedimentos por défice excessivo levantados contra Portugal. Barroso considerou que o facto de o défice ter ficado pelo segundo ano consecutivo abaixo dos 3% «reforça a credibilidade do País».

«Portugal volta a ser um País de confiança», salientou Barroso, que considerou ainda que os portugueses começam a compreender que valem a pena «os sacrifícios feitos no presente» para ter um futuro melhor.