segunda-feira, fevereiro 23, 2004

ZANGARAM-SE AS COMADRES?

Bom, só agora tive disponibilidade de rede para regressar ao vosso convivio. deixo-vos um retrato da nossa sociedade que recolhi do diário digital.

Herman José considera Carlos Cruz mau colega e mau carácter

O conhecido humorista Herman José terá feito um depoimento arrasador sobre Carlos Cruz, outro dos arguidos no processo de pedofilia da Casa Pia. Chamado a prestar declarações no Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP), Herman terá descrito Cruz, segundo a edição do Correio da Manhã (CM) desta segnda-feira, como não sendo de confiar, com mau carácter e mau colega.


Segundo o CM, Herman terá proferido esta avaliação em declarações às procuradoras Paula Soares e Cristina Faleiro, recordando uma conversa que teve com Emídio Rangel, ex-director da SIC, e Manuel da Fonseca, actual director de programas do mesmo canal de televisão.
Herman José terá explicado ainda às procuradores que a sua animosidade para com Carlos Cruz terá tido origem em 1985, quando o apresentador convidou o humorista para substituir Carlos Miguel nas participações humorísticas no programa «1, 2, 3».

Segundo Herman, para além das rábulas serem pobres, também o seu guarda-roupa era modesto, para além de ter sido desconsiderado por Cruz, relativamente a Raúl Solnado,

De acordo com o CM, o humorista garantiu que nunca foi amigo do apresentador, recordando que a única coisa que o levou a defendê-lo com tanta convicção foi o facto de não acreditar que Carlos Cruz pudesse ser pedófilo ou tivesse qualquer falha que pudesse indiciar algum comportamento criminoso.